quarta-feira, 17 de setembro de 2008

Trajetória


11/08/1986 - Data em que iniciei minha carreira no magistério, mais precisamente na Escola Classe 53 de Ceilândia (tive o privilégio de inaugurar essa escola). Nessa escola atuei por 4 anos dentre os quais tive turmas de alfabetização, 3ª série e fui coordenadora pedagógica.

O que mais marcou esse período foi exatamente o fato de todos os profissionais serem novatos e mesmo assim haver um apóio mútuo e um carinho todo especial uns pelos outros, tanto que até hoje promove-se festas de encontro para celebrar aquele período belo de nossas vidas.

De 1990 a 2001 - Estive lotada na Escola Classe 60 - Nesse estabelecimento de ensino passei por várias atividades diferentes: turmas de alfabetização, 3ª série, projeto de Estudos Sociais e Ciências, Português 5ª série, Classes Especiais, Dinamização e coordenação pedagógica.Criei muitas raízes nesse lugar. Por morar e trabalhar naquela comunidade conhecia bem de perto suas lutas e problemas.

2002 a 2005 - CEE 02 de Ceilândia. Mesmo tendo trabalhado com classe Especial durante 3 anos, confesso que a princípio aquela realidade me chocou e por um momento me questionei se teria estrutura emocional para fazer o trabalho que eu acreditava que poderia fazer, mesmo com alunos tão cognitivamente comprometidos.

Muito rápido consegui compreender que eu não estava ali por um acaso e que eu com certeza poderia fazer a diferença na vida de muitos daqueles que traziam marcas de descaso, de indiferença por parte de uma sociedade que não tem sensibilidade para valorizar as diferenças.

Hoje quando olho para trás, agradeço a Deus por ter colocado na minha trajetória experiências tão marcantes, que enriqueceram sem dúvida tanto minha vida pessoal quanto a profissional.

Foi possível realizar oficinas, exposições e passeios fantásticos.Na área acadêmica alguns alunos alfabetizados e duas alunas completamente alfabetizadas e retiradas do centro para turmas de inclusão.

A partir de Setembro/2005 tenho atuado como pedagoga na Equipe de Atendimento/Apóio a aprendizagem que é também um trabalho apaixonante, onde você dá suporte aos docentes, aos pais e comunidade escolar em geral visando oferecer um melhor suporte para que o educando possa alcançar sucesso na área acadêmica bem como nas demais áreas de sua vida.

Nenhum comentário: